Anuncie aqui 1

Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-hen foi o 7º filme mais visto de 2021 na Coréia do Sul

Por Fernando Ribeiro em 03/01/2022 às 10:04:29
Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-hen
©Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-hen

O site Korean Film divulgou neste domingo os números dos filmes de maior bilheteria lançados nos cinemas sul-coreanos em 2021. Para surpresa de muitos, a adaptação cinematográfica do mangá escrito e ilustrado por Koyoharu Gotouge, Kimetsu no Yaiba, conhecido como Kimetsu no Yaiba : Mugen Ressha-hen, foi classificado entre os 10 primeiros ocupando a sétima posição com um total de 17,3 milhões de dólares arrecadados por meio de mais de 2 milhões de ingressos vendidos.

Esta é a primeira vez que um filme japonês está entre os dez primeiros lançados na Coreia do Sul desde o início dos registros modernos em 2004, e a primeira vez que um filme de anime está entre os 50 primeiros desde o lançamento de Your Name que em 2017, foi classificado em 17º.

Além disso, Kimetsu no Yaiba: Mugen Ressha-hen é o segundo filme de anime de maior bilheteria na Coreia do Sul, atrás de Your Name, que arrecadou $ 24,5 milhões com 3,6 milhões de ingressos vendidos.

O filme estreou nos cinemas japoneses em 16 de outubro de 2020, atingindo a maior bilheteria mundial em seu fim de semana de estreia. Atualmente é o filme de maior bilheteria da história japonesa.

Sinopse:

Que os vossos corações ardam! Caindo para sempre num sonho eterno… Tanjiro e seus amigos juntam-se ao Pilar de Chamas Kyojuro Rengoku para enfrentar o demónio a bordo do Comboio do Infinito, com destino ao desespero. Depois de completar o treino na Casa da Borboleta, Tanjiro e seus amigos seguem para a próxima missão, o Comboio Infinito, onde mais de 40 pessoas desapareceram num período muito curto de tempo. Tanjiro e Nezuko, acompanhados por Zenitsu e Inosuke, juntam-se a um dos mais poderosos espadachins entre os membros Caçadores de Demónios, o atual Pilar de Chamas Kyojuro Rengoku, com o objetivo de enfrentar o demónio a bordo do Comboio do Infinito. O que eles não sabem é que estão a cair numa armadilha mortal montada por Enmu, o Demónio do Sonho e um dos 12 Demónios da Lua, num comboio com destino ao desespero…

Mais sobre:

Este filme adapta o 7º arco da história criada por Koyoharu Gotouge, e segue os eventos dos capítulos 52 ao 66. Temos a animação pelo estúdio Ufotable (Fate/Zero, Kara no Kyoukai, Katsugeki: Touken Ranbu), direção de Haruo Sotozaki (Tales of Zestiria the X, Tales of Symphonia the Animation) e design de personagens por Akira Matsushima (Maria Watches Over Us, Tales of Zestiria the X).

O mangá de Koyoharu Gotouge já inspirou um anime de televisão que estreou em abril de 2019. Os principais membros da equipe da série anime estão retornando para a sequência. A TOHO e a Aniplex estão lidando com a distribuição do filme. Haruo Sotozaki (Tales of Symphonia the Animation) dirigiu o anime na Ufotable (Kara no Kyoukai, Katsugeki: Touken Ranbu) também foi creditada pelos scripts. Akira Matsushima (Tales of Zestiria the X) foi o designer de personagens, com Miyuki Satou, Youko Kajiyama e Mika Kikuchi servindo como designers de sub-personagens. Yuki Kajiura (Sword Art Online, Fate / Zero, Madoka Magica) e Gou Shiina (Tales of Zestiria the X, Juni Taisen: Zodiac War, God Eater) compuseram a música. Hikaru Kondo produziu a série.

Por fim, o mangá estreou na revista Weekly Shonen Jump em fevereiro de 2016. A série de mangás está inspirando um novo jogo para smartphone intitulado Kimetsu no Yaiba: Keppuu Kengeki Royale além de um jogo de ação separado para PlayStation 4, intitulado Kimetsu no Yaiba: Hinokami Keppuutan. Além disso, o mangá inspirou dois romances e uma peça de teatro.

Fonte: Aqui!

Comunicar erro
Anuncie aqui 2

Comentários

Anuncie aqui 3